Índice

Os Interesses Resguardados

O Governo Federal reconhece a radiodifusão em seu relevante interesse público. A ponto de dominar todas as concessões e cedê-las, apenas a título precário, para empresas comerciais que constituem as emissoras. E existem fortes razões para isso. De acordo com o IBGE, o aparelho doméstico mais presente nos lares brasileiros é o fogão. Um equipamento que está intimamente associado à sobrevivência das pessoas. Em segundo lugar vem a televisão. Não é o chuveiro elétrico, nem a geladeira.

Em 2008, a TV aberta ficou com 58,5% do bolo publicitário no Brasil. Isso representou cerca de R$ 6 bilhões em faturamento. É um segmento empresarial que emprega dezenas de milhares de pessoas, direta e indiretamente e que é responsável por serviços públicos fundamentais para o País.

Tudo isso foi erguido por empresas privadas, utilizando concessões públicas em título precário. Desta forma, qualquer mudança que se cogite no setor repercute rapidamente em vários segmentos da sociedade como um todo.

Ao planejar a mudança de padrão de transmissão, as empresas de radiodifusão não queriam nem pensar no risco de falhas de transmissão ou em dificuldades de acesso para o grande público. Conhecendo a realidade do mercado, estas empresas sabiam que uma elevação de custos dificilmente seria absorvida pelos anunciantes, o que acabaria por reduzir os lucros das emissoras.

As fabricantes de aparelhos de TV, de equipamentos de transmissão e tantos outros setores relacionados, esperavam migrar para este novo patamar tecnológico da forma mais segura possível.

Dado a força política do setor, estes fatores são os que mais pesam na hora de decidir qualquer caminho dentro da radiodifusão. De fato, o padrão japonês pareceu o mais atraente para grandes redes de TV. E, por enquanto, tem confirmado uma série de vantagens. O acerto na escolha é algo que só vai ficar definitivamente comprovado nos próximos 10 anos. Por enquanto, o que se pode afirmar é que a opção foi criteriosa.

Topo

Copyright RCASOFT Informática. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo textual deste site em qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem fazer menção a esta fonte.
Obra protegida pela Lei do Direito Autoral 9.610/98